Defeitos e você

defeitos e voce

Quando ilusão, mentira e dissimulação me vem a mente, meu cérebro me remete a você. Defeitos, milhões deles. Você. Não que eu não tenha algum… sou cheia deles, mas nenhum me desqualifica tanto quanto os seus. Talvez o pior deles é a frieza que percorre suas veias e congela seu coração. Aquele mesmo coração que a tempos atrás eu acreditava fazer parte. Aquele mesmo que você dizia que batia mais forte quando estava comigo. Aquele mesmo que eu pensava que existia… Me enganei. O motivo? O de sempre. Tentar encontrar o lado bom. Devia ter acreditado na intuição (sempre ela) quando seus olhos demonstravam outra coisa. Deveria ter percebido. Não Percebi. E Agora já está feito. Passado com gosto de arrependimento. E um coração quebrado para contar a história.

Perceptível

perceptivel

 Só as vezes consigo perceber a faixa verde em meio aos seus olhos castanhos. Isso só acontece quando o sol bate nos seus olhos, para logo em seguida você fazer a sua cara de emburrado favorito. Nunca entendi como alguém pudesse amar defeitos. Amar todo um ser… Sempre achei burrice, sempre tive um pé atrás quando o coração começava a bater mais forte. Acho que falar isso para você é como dizer um pleonasmo. Você me conhece como ninguém. Poderia listar todas as minhas qualidades, defeitos, manias, medos, sonhos e todo o resto. E em meio a todo esse conhecimento, você ainda me ama como ninguém. Me entende como ninguém. Em meio a tantos ninguens, você se transformou em tudo. Tomou a pequena parte do meu coração que eu reservava para o amor e expandiu para todo ele. E dessa vez sem sofrimento.