Auto-escravidão

auto-escrvidao

Odeio me sentir escrava do meu próprio pessimismo, da minha insegurança e da minha estima. Essa bipolaridade de achismos, incertezas e gostos me deixa plantada em um abismo que parece cada vez fundo. Até que hora vou conseguir usar algo que me levante, até que hora a luz no fim do túnel vai aparecer? Amadurecer requer auto-suficiência, crescer significa abrir mãos de regalias e ter que decidir por si próprio. O comodismo da lugar a culpa das falhas serem unicamente suas e não mais de ninguém. Alias, como é gostosa e ilusória a sensação de nunca se culpar, não é? Já sinto saudade de me cegar por uma mentira que me fazia bem. Crescer trás tanta responsabilidade como vantagens. Mas por enquanto as vantagens saem perdendo de dez a zero nas desvantagens. Crescer também, é lutar por si mesmo, lembrar de levar a blusa de frio quando vai esfriar e não ter ninguém para pedir “mais cinco minutinhos”. Crescer é ser egoísta forçadamente. Crescer é sentir saudade da responsabilidade… de não ter responsabilidade.

Quanto ao pessimismo alheio e todo resto

Imagem

Adicione um curso com pouca concorrência e quase noventa por cento voltado para lecionar, uma escola repleta de mimados e tenha uma situação quase comum: Preconceito e pessimismo alheio.
Dizer sobre o curso que pretendo fazer em uma faculdade é sinônimo de passar fome e olha que ainda nem escolhi o que quero fazer. Seria mentira dizer que não me preocupo com a renda no meu bolso no final do mês, mas não é algo que me faça desistir dele.
“Mas quem faz esse curso, noventa e nove por cento passa fome, faz medicina”. “Eu serei o um por cento que fará um banquete”, rebato com o sangue fervendo nas veias. E um “ps” aos leitores sofistas existentes por ai, as réplicas não são feitas no intuito de preocupação com meu futuro, e sim devido a mentalidade que só os cursos de medicina e direito prestam. Vai entender, né? Tenho uma mentalidade quase ingênua a objetivos: Se você for o melhor, você conseguirá destaque. Penso que em toda profissão se você obter melhores resultados, irá ser o melhor, e consequentemente ganhará prestigio. Mas ai vem a parte maliciosa da história: Eu sei que para fazer isso vou precisar RALAR em muito.
Entendeu o meu raciocínio? Agora estenda isso para o resto da sua vida. Plante esforço, e ganhará prestígio. Quando ao pessimismo alheio? Faça o mesmo que a foto ali, logo acima. Apenas uma sugestão.