Incessável

Captura de Tela 2015-06-29 às 00.41.06

Entrelacei meus dedos nos teus enquanto aninhava-me no seu tórax e a me aconchegava como em outras mil noites em que você me fazia companhia. Mas essa noite não era como uma das mil outras. Essa era a ultima noite em que eu sentiria sua respiração no meu pescoço e seu perfume em minha blusa.

Em cinco horas você iria viajar como uma das milhares de vezes, só que dessa vez iria chamar outro lugar de casa. E consequentemente eu perderia meu lugar favorito da cidade.

E enquanto o tempo voava, eu me esforçava para oprimir essa dor cáustica dentro de mim de saudades antecipadas mas a tentativa foi em vão. O ar estava tão denso, tão triste, tão melancólico. Como se todo mundo soubesse ou quisesse contribuir para essa tristeza de finalizar algo que eu queria que continuasse pra sempre externasse por ai.

Eu queria pra sempre sua voz melodiosa cochichando no meu ouvido, eu queria para sempre sua blusa virando meu pijama, eu queria para sempre deixar minha escova do lado da sua.

Como eu queria para sempre, no final das contas, não te perder. De uma vez só perdi um amigo, um amor e um lar. E tudo que eu não quero é ficar sozinha. Sozinha sem você.

Deixe sua opinião :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s