Caos

caos

Se seu olhar pudesse me dar uma pista por trás de todo esse mistério, talvez todo esse caos se dissolvesse na alegria reprimida que timidamente entrelaça todo meu corpo e me faz te querer.

Eu sinto o que antes não me pertencia, e não sinto por jogar a minha razão na penumbra e me escravizar, acorrentada ao coração e suas atitudes suicidas e incertas.

Quem dera isso fosse um devaneio do meu esmo coração. Talvez ao amanhecer seja, mas como escrevo e escrevo os sentimentos de agora e os deixo falarem por mim, agora sinto. E no relance da minha dignidade, prezo pelo nexo que não fui buscar.

O absurdo das minhas palavras e você tem culpa no cartório.

Deixe sua opinião :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s