Ledo

Captura de Tela 2015-12-18 às 00.41.08

Te amar é tão inteligível que toda a bagagem de sofrimento causada pelas mentiras e dissimulações alheias desaparecem no momento em que você transparece toda sua felicidade no sorriso mais bonito que eu já vi e me chama de minha.

Eu – contrariando o ceticismo que tento acreditar – realmente creio que todos os caminhos errados que eu cruzei por ai foram só para eu te conhecer. Tudo isso aconteceu só para eu poder valorizar e desfrutar dessa sorte maravilhosa que o acaso trouxe para os meus braços. Um acaso de um metro e oitenta e quatro, com os olhos mais bonitos, o sorriso mais bonito e o abraço mais quente.

Eu te amo. E pronto. Eu te amo e não canso de dizer isso porque você não cansa de dizer também, e eu não canso de ouvir, e nem você. Eu não canso de olhar seus olhos acizentados olhando os meus e nossa boca, nossos corpos se transformando num só (clichê, eu sei (mas como não ser clichê quando se ama e se solta fogos de alegria?)).

Eu quero esses dia, esse mês e toda essa história se acumulando se acumule mais e seja escrita por muito tempo. Que você continue sendo tema dos meus textos, dos meus sorrisos. Que eu continue sendo sua, você continue sendo meu e nós continuemos sendo esse caricatura de romances meio Jane Austen ou sei lá, meio Camões.

Eu sei que quero muita coisa pra gente. Mas o que eu mais quero mesmo é agradecer a vida. Por cruzar a sua com a minha.

Deixe sua opinião :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s