Do nosso jeito

do nosso jeito

São cinco horas da manhã e a lua continua brilhando mais que o normal. A noite ainda nem deu sinal de que vai embora e as estrelas continuam lá decorando o céu. Ele tá perfeito, assim como agora. Seu perfume se misturou atmosfera meio mística de hoje. Tudo parece estar irreal. Como uma uma brecha da vida de nós dois e de todos os nossos problemas. Dois estranhos sendo mais estranhos juntos. Tudo parecia conspirar para que dessemos certo. Nem que fosse por uma madrugada em um sábado qualquer.

Tudo parecia dar um jeito. Como nós.

Tudo foi como um conto de fadas do nosso jeito. Sem muita pompa. Só eu e você. Sentados naquele banco de pedra do seu condomínio perto do lago. Com meu celular tocando qualquer música que você me apresentava e dizia que fazia você se lembrar de mim. Você adorava dizer isso. Que qualquer voz mansa e um violão me faziam lembrar de você. Eu costumava rir e aposto que meus olhos brilhavam também.

Quando nos beijávamos o meu mundo parava. Eu só conseguia pensar o quão sortuda eu era por viver aquilo. Cerveja misturado com bala de hortelã nunca combinaram tão bem para mim. Nós – ou você – tinha o poder de livrar qualquer parte ruim que pudesse existir aqui dentro. Era meu mundinho particular de felicidade.

Eu podia viver esses sábados para sempre.

Eu poderia viver assim sempre. Só eu e você.

Deixe sua opinião :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s